KPIs para startups e pequenas empresas: saiba como mensurar resultados

KPIs para startups e pequenas empresas: saiba como mensurar resultados

É certo que ter um bom planejamento estratégico é essencial para o sucesso de uma empresa. Mas você sabe como é possível avaliar se esse planejamento está realmente saindo do papel e se os objetivos do seu negócio estão sendo alcançados? É nesse sentido que os indicadores-chave de desempenho, conhecidos como KPIs (Key Performance Indicator), podem ajudar no desenvolvimento de um empreendimento! Descubra, então, como aplicar os KPIs para startups e pequenas empresas.

Os KPIs são ferramentas que utilizam as metas estabelecidas pelos empreendedores para avaliar se o negócio está ou não tendo sucesso. Eles são utilizados por empresas de todos os portes, mas se tornam ainda mais importantes para startups e pequenas empresas, para as quais as informações estratégicas são essenciais na hora de decidir por um investimento e de dar os próximos passos com segurança.

Os KPIs na prática

Que os KPIs são importantes, nós já sabemos, mas como eles funcionam na prática? Para entender melhor, vamos utilizar o exemplo de uma empresa que desenvolve aplicativos para smartphones, em que os sócios têm acesso ao número de downloads feitos por usuários, uma informação bastante importante para avaliar o sucesso do produto. O que diferencia esse número, que é uma métrica comum, de um KPI?

A diferença é que dados como o número de downloads demonstram apenas uma parte do negócio, mas não oferecem uma maneira de pensar estrategicamente o empreendimento. Nesse sentido, os KPIs são criados a partir dessas métricas, mas de forma a entender o negócio como um todo para avaliar os riscos, mensurar e analisar os resultados e identificar tendências.

Pensando em um e-commerce, por exemplo, o número de visitantes que o site recebe por dia é uma métrica. Mas o valor médio do pedido (ticket médio) desse e-commerce é um KPI. Quer dizer, é um dado que funciona como um guia para a gestão, orientando se a estratégia está dando os resultados esperados ou se é preciso adaptá-lo para se alcançar as metas definidas.

No caso da empresa de aplicativos do nosso exemplo anterior, a partir do número de downloads, considerado uma métrica, é preciso definir KPIs para startups e pequenas empresas que, além de mostrarem o desempenho corporativo, indiquem tendências no mercado. Por exemplo: quanto os usuários gastam com o aplicativo ou qual é a receita total gerada por ele em determinado período.

A importância dos KPIs para startups e pequenas empresas

Como você já sabe, empresas de todos os portes utilizam os KPIs para avaliar seu desempenho e auxiliar o processo de tomada de decisão. A questão é que os indicadores-chave de desempenho são ainda mais importantes para as micro e pequenas empresas.

Isso porque segundo a pesquisa Demografia das Empresas, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 60% das empresas que abriram as portas em 2010 foram fechadas até 2015. Um dos motivos mais comuns para esse resultado é a falta de um planejamento relacionado aos negócios e uma gestão ineficiente.

Quer ferramenta melhor para driblar esses desafios do que os KPIs? Do planejamento à avaliação dos resultados, os indicadores-chave de desempenho são uma carta na manga para quem deseja saber o curso que o negócio está tomando. E o melhor, além de ser uma ótima ferramenta de gestão, os KPIs também podem ser vantajosos para deixar claro os valores e objetivos da empresa, definir responsabilidades aos funcionários e identificar necessidades nos processos da empresa, por exemplo.

Que KPI utilizar na sua empresa

Existem diversos tipos de KPI que podem ser utilizados em todas as operações de uma empresa. Alguns exemplos são o indicador de produtividade, que avalia qual é a capacidade produtiva do negócio em um determinado período do tempo; o indicador de qualidade, que trata da eficácia do produto, isto é, da comparação entre todas mercadorias produzidas e as mercadorias que não apresentam nenhum defeito; e o indicador de lucratividade, que mensura se a empresa está ou não obtendo lucro no seu negócio.

O fato é que, além destes três exemplos, existem vários outros indicadores-chave de desempenho, mas você não precisa utilizar todos. A escolha dos KPIs para startups e pequenas empresas deve levar em conta aquilo que você tem como meta. Por exemplo: se a empresa desenvolvedora de aplicativos pretende aumentar os downloads do seu produto, interessa mais acompanhar o número desses downloads em um determinado período de tempo do que avaliar a produtividade da equipe de funcionários.

É claro que este outro indicador também é importante, mas é fundamental fazer escolhas para não ficar enrolado em um emaranhado de informações que podem levar a lugar nenhum. Por isso, lembre-se que não é necessário usar todos os indicadores. Escolha aqueles que são importantes para a sua estratégia.

Assim como escolher os KPIs para startups e pequenas empresas, envolver a equipe neste processo é fundamental, independentemente do nível hierárquico. É necessário explicar a importância de ter todos esses dados em mãos para que todos os colaboradores contribuam de forma efetiva.

Depois, com a análise pronta, chega o momento mais importante: o de comparar os resultados de diferentes períodos e fazer a avaliação de como o negócio está indo. As metas estão sendo alcançadas? É possível dar o próximo passo?

Com os KPIs, fica mais fácil obter essas informações e ter segurança no momento de investir! Que tal, então, começar a implementar esse conceito em seu negócio? Conte com o Inovaparq! Nossa missão é ajudar os empreendedores a alcançarem os melhores resultados.

Comente

Este campo é obrigatório

Este campo é obrigatório

O endereço de e-mail é inválido

Enviar